Presidente da NTC assume a seção de cargas da CNT

Presidente da NTC assume a seção de cargas da CNT

27 de março, 2019

Com a mudança na alta cúpula da CNT, tendo Vander Costa como presidente e Flavio Benatti como vice, também chegou o momento de renovar a liderança na seção de cargas. O indicado para assumir esse cargo de grande importância foi José Hélio Fernandes, também presidente da NTC&Logística.

De acordo com José Hélio, a ideia é somar esforços para continuar trabalhando em prol do setor. “Todos que estão chegando nessa nova gestão já trabalham há muito tempo juntos. Vander é nosso vice-presidente na NTC e conhece todos os problemas. A seção de cargas tem uma contribuição muito importante e não teremos dificuldades em trabalhar juntos, até pelo relacionamento e entrosamento que construímos ao longo desses anos”.

Sobre a expectativa para a nova gestão, José Hélio é enfático: “Vander é uma pessoa muito afável, fácil de lidar. Tenho certeza que fará uma gestão de sucesso. E dará continuidade ao trabalho da CNT que tanto contribui para o transporte brasileiro”.

A CNT é composta por seis seções, sendo que cada uma representa um modal do transporte: transporte rodoviário de passageiros, transporte rodoviário de cargas, transporte aquaviário de cargas e passageiros, transporte ferroviário de cargas e passageiros, transporte aeroviário de cargas e passageiros e infraestrutura de transporte e logística.

“Cada seção cuida dos assuntos inerentes ao seu modal”, afirma José Hélio. “Vamos continuar tratando dos assuntos de interesse nacional, mas em uma amplitude muito maior. E todos os temas que nós entendermos que precisam da entrada institucional, eles serão encaminhados para o presidente Vander”.  

Na pauta da seção de cargas, José Hélio afirma que estão assuntos políticos, as reformas que devem ser aprovadas neste novo governo, além de temas que sempre permeiam o setor, como infraestrutura, legislação, roubo de cargas etc. “Nos baseamos em uma pauta que já vem sendo discutida e vamos incluindo outros assuntos pertinentes. Queremos que todos tragam suas contribuições: federações, associações e empresários. Assunto é o que não falta”.

Comjovem

Nesta nova gestão, quatro integrantes da COMJOVEM fazem parte do quadro diretivo da seção de cargas. São eles: Ana Carolina Jarrouge, Baldomero Taques Neto, Marcos Vinicius Couto da Silva e Rogério de Souza. De acordo com José Hélio, esse movimento é muito importante, pois é possível ver os objetivos da Comissão sendo cumpridos.

“Os jovens estão assumindo responsabilidades nos sindicatos e adquirindo experiência. Alguns já chegaram nas federações a também na NTC. E agora na CNT, passando por todas as etapas. Isso é muito importante para a formação dos futuros líderes do nosso setor”.

Para ele, o setor só tem a ganhar e precisa dessa renovação. “Essa transição precisa acontecer de forma gradual, natural, de modo a equilibrar as ideias inovadoras dos jovens com a bagagem dos mais experientes. E isso vem acontecendo muito bem. A ideia é que fique quem quer trabalhar e contribuir para o setor”.

Com relação ao comprometimento dos jovens empresários, o presidente da seção de cargas da CNT afirma que há uma depuração natural. “Os que quiseram se comprometer estão aí, muito bem. Por isso que precisa ser algo progressivo. Não é na força, na marra que vamos resolver os problemas. E sim com muito diálogo e trabalho”.

Os jovens hoje chegam às empresas melhor preparados do que antigamente. São profissionais ligados à tecnologia e com capacitação de excelente qualidade. “O jovem está melhor preparado para as novidades e isso só acrescenta. E a CNT está muito antenada com essas tendências todas, por meio do ITL e tantas outras iniciativas”.

Fonte: NTC&Logística/Karen Feldman Cohen

Comente pelo Facebook

JORNAL Jun/2019
Top