Imunização de motoristas contra Covid-19

Imunização de motoristas contra Covid-19

10 de junho, 2021

Da esq. à dir.: o presidente do Setcepar Curitiba, Marcos Egídio Battistella; o vice-governador do Paraná, Darci Piana; o presidente da FETRANSPAR, Coronel Sérgio Malucelli e o secretário de Planejamento do Paraná, Valdemar Bernardo

Após o anúncio feito pelo Governo do Paraná na última quarta-feira (9) de que motoristas do transporte rodoviário de cargas começarão a ser imunizados contra a Covid-19, a Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná – FETRANSPAR reuniu-se com representantes do Executivo Estadual para tratar de logística de distribuição das vacinas bem como colocar a disposição bases operacionais para que o imunizante possa ser aplicado aos profissionais.

Em reunião com o vice-governador do Paraná, Darci Pianna e com o Secretário de Planejamento do Paraná, Valdemar Bernardo na manhã desta quinta-feira (10), o presidente da FETRANSPAR e do Conselho Estadual do Sest Senat no Paraná, Coronel Sérgio Malucelli, colocou a disposição 13 bases operacionais do SEST SENAT estrategicamente situadas em todas as regiões do Paraná, locais inclusive onde os motoristas já são acostumados a procurar por serviços relacionados ao setor de transportes. Também foi colocado a disposição as unidades dos nove sindicatos patronais, situados nas principais cidades do Estado.

“Queremos contribuir com a logística dessas vacinas, para que elas possam chegar o mais rápido possível aos braços dos motoristas do transporte rodoviário de cargas”, explica Coronel Sérgio Malucelli, afirmando que “a categoria circula diariamente por estradas, levando o abastecimento às cidades, se expondo para que nada falte a população e por isso precisa ser vacinada o quanto antes”.

Sugestões

Além de colocar a disposição suas bases operacionais, a FETRANSPAR também sugeriu que a vacinação dos motoristas seja feita em regime de drive thru em pontos de estradas pelo estado e até em postos das Polícias Rodoviárias Estadual e Federal. “Esse primeiro lote que virá, infelizmente têm um prazo curto de validade. Então precisamos ser assertivos para que nenhuma gota do imunizante seja perdido. Com uma logística adequada, certamente se aproveitará toda as doses”, comenta Malucelli.

O presidente também reforçou junto aos representantes do Governo a necessidade de se vacinar todos os profissionais do transporte de cargas do Estado, por justamente atuarem em um setor essencial para o abastecimento e pela responsabilidade em transportar praticamente toda a economia estadual pelas rodovias.  
Hoje o setor de transporte no Paraná conta com 20 mil empresas, que juntas empregam perto de 200 mil pessoas, das quais perto de 50 mil autuam como motoristas.

 

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Mai/2021
Top