Bloqueios na BR-277 completam três meses

Bloqueios na BR-277 completam três meses

16 de janeiro, 2023

Os bloqueios na BR-277, próximo ao Viaduto dos Padres no km 42, em Morretes, litoral do Paraná, completaram três meses no último sábado (14). No local, uma queda de barreira deixou parte da pista interditada. Quase um mês depois, com o volume de chuvas intenso, deslizamentos de terra também ocorreram, mas entre os quilômetros 39 e 41. Desde então os congestionamentos passaram a ser constantes. Veículos leves, caminhões e motos dividem o pouco espaço que resta no trecho. Atualmente, três das quatro faixas estão liberadas. A exceção é um trecho de 400 metros que segue em pista simples no km 41.

A previsão é de que as obras nos quilômetros 39 e 41 sejam concluídas até o dia 25 de fevereiro. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR) é o órgão responsável pelas intervenções no trecho. Já o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) continua responsável pelas obras no km 42. A previsão é de liberação de uma das faixas, da pista esquerda, no km 42, até o dia 16 de fevereiro deste ano, antes do feriado de Carnaval. A partir deste dia o DNIT informou que deve utilizar um equipamento de menor porte, e vai dar continuidade nas obras com uma faixa liberada, até o dia 31 de março, quando todos os serviços estarão concluídos.

As restrições de tráfego na principal rodovia que leva ao litoral do Paraná, a BR-277, devem interferir também o escoamento da safra de verão. Esta é também a observação do Sistema Ocepar – que representa as cooperativas paranaenses.

De acordo com o coordenador da Gerência de Desenvolvimento Técnico da Ocepar, Silvio Krinski, a partir da última semana deste mês de janeiro deve aumentar o movimento de caminhões levando soja do oeste do estado para o Porto de Paranaguá.

O porta-voz da Ocepar comentou ainda sobre as restrições de tráfego para caminhões neste fim de semana.

O especialista diz que há a necessidade de políticas de infraestrutura adequadas para o modelo econômico do estado.

Segundo a Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), há uma estimativa de produção nesta safra de 25,5 milhões de toneladas de grãos, sendo 21,4 milhões de toneladas somente de soja e 4,1 milhões de toneladas de milho.

Vale lembrar que em dezembro do ano passado a FAEP encomendou um estudo que mostra que os recentes incidentes geológicos registrados na rodovia BR-277 e na Estrada da Graciosa, que provocaram a interdição das vias, poderiam ter sido evitados, e seus impactos minimizados, se houvesse um serviço de monitoramento geológico, análise dos riscos e planejamento. De acordo com o relatório, algumas obras que já estavam sendo realizadas podem ter agravado a situação e contribuído para os deslizamentos.

Ouça

Fonte: CBN Foto: Divulgação

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Jan/2023
Top