Sistema Fetranspar questiona ‘possibilidade’ dos Lotes 1 e 2 serem leiloados em datas distintas

Sistema Fetranspar questiona ‘possibilidade’ dos Lotes 1 e 2 serem leiloados em datas distintas

04 de maio, 2023

O Sistema Fetranspar, que representa o setor de transportes no Estado do Paraná, comemora mais uma etapa do andamento do processo de concessão de rodovias paranaenses a iniciativa privada, em ato de assinatura de convênio para delegação de estradas paranaenses, entre os governos estadual e federal. Segundo a entidade, essa é uma etapa primordial cumprida pelo Governo Estadual e que permite, agora, dar andamento a outras fases do processo com maior agilidade.

Porém, a Federação faz um alerta em relação aos prazos que vêm sendo divulgados pelos órgãos, que mencionam a ‘possibilidade’ dos Lotes 1 e 2 – que correspondem o maior problema hoje no Estado, serem leiloados em datas distintas.

“Estamos nos referindo a um dos principais corredores de exportação do Brasil. Não podemos trabalhar com possibilidades. Já estamos com atrasos e os prejuízos se acumulam diariamente. Temos que unir esforços entre governo estadual e federal e nossos representantes legislativos no Paraná e em Brasília para que exijam que estes dois lotes continuem na prioridade e sendo leiloados juntos, já na primeira rodada”, alerta o presidente do Sistema Fetranspar, Coronel Sérgio Malucelli.

O representante do setor de transportes do Paraná destaca que se isso não ocorrer, pelos atrasos e prazos já avançados, corre-se o risco de alcançar-se mais uma temporada de verão e consequentemente de chuvas constantes sem que as rodovias estejam assistidas, podendo repetir o caos vivido no final de 2022 e início de 2023 e que ainda causam inúmeras consequências desastrosas ao setor de transportes.
“Temos que celebrar esta etapa de assinatura do convênio. Mas não podemos perder o foco que é trazer a normalidade o mais rápido possível para nossas estradas, evitando mais prejuízos e inseguranças viária, logo, é necessário total esforço de todas as autoridades envolvidas, para que o Lote 1 e 2 sejam leiloados na primeira rodada prevista para agosto”, destaca.

De acordo com o governo federal, os editais e anexos serão publicados no site da ANTT no dia 16 de maio. O leilão deverá acontecer nos dias 24 de agosto e 16 de setembro, em disputa ao vivo - é possível que os dois lotes sejam disputados em agosto ou um em cada mês. Se as datas estipuladas nas minutas forem cumpridas, as novas concessionárias deverão assumir as estradas dos dois primeiros lotes de concessão no último trimestre de 2023.

As primeiras concessões serão as rodovias do Lote 1 e Lote 2, com mais de mil quilômetros de extensão. O Lote 1, que possui uma extensão de 473 km, é composto por rodovias entre Curitiba e Guarapuava (Trevo do Relógio), Guarapuava a Ponta Grossa, nos Campos Gerais, além da Região Metropolitana de Curitiba. Já o Lote 2, que tem 605 km de extensão, engloba rodovias de Curitiba ao Litoral, Ponta Grossa-Jaguariaíva, nos Campos Gerais, Jaguariaíva-Ourinhos (na divisa com São Paulo).

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Fev/2024
Top