Rodovias paranaenses: Fetranspar acompanha leilão do segundo lote de concessões

Rodovias paranaenses: Fetranspar acompanha leilão do segundo lote de concessões

29 de setembro, 2023

Integrantes da Fetranspar representaram o setor de transporte paranaense no leilão do segundo lote de concessões das rodovias paranaenses, realizado na tarde desta sexta-feira (29), na Bolsa de Valores de São Paulo. A concorrência foi referente a um dos principais eixos rodoviários do estado que inclui a BR-277 em direção a Paranaguá.
 
Apenas uma proposta válida participou da concorrência. Desta maneira, o Consórcio Infraestrutura PR venceu a concessão ao oferecer um desconto de 0,08% na tarifa básica. Para o presidente do Sistema Fetranspar, Coronel Sérgio Malucelli, o índice foi abaixo do esperado, considerando especialmente a praça de pedágio na BR-277 em direção ao litoral e ao Porto de Paranaguá, onde a redução na tarifa deve chegar a apenas 30%.
 
“O setor esperava um maior deságio, mas agora aguardamos que o consórcio vencedor assuma e cumpra com o contrato e a realização das obras previstas, para que tenhamos mais agilidade  e segurança nas rodovias”, comenta o presidente, que mais uma vez prestigiou a abertura de envelopes e esteve acompanhado do presidente da Kraft Logística, Osvaldo Brehm, na comitiva paranaense liderada pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior.
 
Malucelli destaca que  a expectativa agora fica em torno do início da atuação da empresa e da realização das obras previstas no edital “As obras trarão consequências positivas para o Estado do Paraná, principalmente porque hoje as estradas estão deterioradas” avalia.
 
Para Osvaldo Brehm, a expectativa dos empresários é pela redução nos custos gerados pelo desgaste dos veículos que trafegam pelas rodovias em más condições. Ele ainda destaca o impacto positivo na rotina dos motoristas, que terão à disposição suporte e atendimento disponível 24 horas. “Isso vai gerar muito mais segurança e confiança para os motoristas, por saberem que tem agora um atendimento 24 horas disponível e à disposição deles. No momento em que acontecer um acidente, um incidente ou quebrar o caminhão, eles sempre terão todo socorro e assistência necessária”, comenta.

 

Obras

De acordo com o governador, a proposta apresentada pelo Consórcio Infraestrutura PR representa um desconto de, em média, 56% nos valores das tarifas de pedágio por quilômetro rodado em comparação ao que era cobrado anteriormente. “Esse era o nosso compromisso”, afirmou o governador, que destacou ainda o papel fundamental da Fetranspar e demais federações na construção do “modelo de consórcio de sucesso”.
 
O Lote 2 é considerado um dos mais relevantes de todo o projeto de modernização das estradas do estado ao englobar a BR-277, no eixo de conexão entre o litoral e o interior do Estado. O projeto deve receber R$ 10,8 bilhões em investimentos e R$ 6,5 bilhões em conservação e serviço ao usuário.
 
Ao todo são 604 quilômetros de extensão, em rodovias que passam por Paranaguá, Morretes e Pontal do Paraná, no Litoral, e Sengés, Jaguariaíva, Jacarezinho e Cornélio Procópio, na ligação com Ponta Grossa.
 
O novo projeto prevê duplicação  de 350 quilômetros de estradas, 138 quilômetros de faixas adicionais, 73 quilômetros de vias marginais e 72 quilômetros de ciclovias. Serão ainda 107 novos viadutos, 52 passarelas, 35 pontos de correção de traçado e oito passa-faunas.
 
Apenas entre o perímetro urbano de Curitiba e Paranaguá, os 81 quilômetros de rodovia que já é duplicada terá faixas adicionais em quase todo o trajeto. Estão previstas vias marginais no acesso à capital e à cidade portuária. Serão construídos ainda sete novos viadutos no trecho, correções de traçado, implantação de uma área de escape km 46 e nova iluminação em um trecho de 15 quilômetros.
 
Lote1

O Sistema Fetranspar também acompanhou o leilão do primeiro lote de concessões, realizado no final de agosto. O vencedor da disputa foi o Grupo Pátria - Infraestrutura Brasil Holding XXI SA, que ofereceu 15,25% de desconto na tarifa básica e irá trabalhar em 473 quilômetros de rodovias federais e estaduais no Paraná entre Curitiba, Região Metropolitana, Centro-Sul do estado e Campos Gerais. Na ocasião, o Coronel Sérgio Malucelli classificou o processo como “uma nova fase” para as concessões das rodovias paranaenses.

Comente pelo Facebook

JORNAL Abr/2024
Top