Novo modelo de pedágio aguarda reunião entre governo estadual e federal para publicar edital

Novo modelo de pedágio aguarda reunião entre governo estadual e federal para publicar edital

06 de março, 2023

Segundo informações divulgadas, o governo federal cancelou a reunião que estava agendada entre o ministro dos Transportes, Renan Filho, e governador Ratinho Junior para assinatura da delegação das rodovias estaduais dos primeiros lotes da nova concessão, na última sexta-feira (3). Agora o governo estadual informou que, após o cancelamento do evento por parte do Ministério dos Transportes, aguarda um novo encontro com o representante da pasta para definir a publicação dos editais, que segue o que foi estudado e apresentado em audiências públicas.

Nas redes sociais, o governador Ratinho Junior publicou fotos de uma reunião realizada em Brasília, na última quarta-feira (1º), com a participação, além do governador, do secretário de Infraestrutura, Sandro Alex, de deputados federais e do ministro Renan Filho.

Segundo Ratinho Junior, nessa reunião houve avanço nas negociações sobre as novas concessões das rodovias do estado e que o intuito é garantir uma tarifa mais barata, com obras e licitação transparente na Bolsa de Valores.

Contudo, na noite de quinta-feira (2), a reunião foi cancelada pelo Ministério dos Transportes. Em nota, a pasta informou que em momento algum houve a confirmação do evento por parte do Ministério dos Transportes, e que as conversas para a publicação dos editais dos lotes 1 e 2 estão adiantadas e em fase dos ajustes finais.

Essa definição era bastante esperada pelo setor produtivo do estado. O chamado G7, grupo que reúne sete entidades da esfera produtiva do Paraná, encaminhou um ofício ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva e ao ministro dos Transportes, Renan Filho, solicitando agilidade nas negociações sobre os novos contratos de pedágio no estado.

O envio do documento aconteceu na sexta-feira (3) logo após o cancelamento da reunião entre os governos do Paraná e o governo federal, como explicou o coordenador do G7 e presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), Fernando Moraes.
Fernando Moraes afirmou que os paranaenses precisam de um pedágio barato e com obras.
No Paraná, os motoristas deixaram de pagar pedágio há cerca de um ano e três meses, em 28 de novembro de 2021. Nesse dia, as rodovias que fazem parte do Anel de Integração tiveram as cancelas liberadas. A data marcou o fim da concessão de pedágio nas rodovias à iniciativa privada, que já durava quase 25 anos, sendo iniciada em 1997. Ao todo, 27 praças de pedágio deixaram de fazer a cobrança.

Ouça

Fonte: CBN Foto: Divulgação

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Fev/2024
Top