FETRANSPAR - Maringá discute o futuro do setor em Workshop
  • 25-anos
  • despoluir
  • sest senat

FETRANSPAR - Maringá discute o futuro do setor em Workshop

08 de agosto, 2018

O setor de transportes de cargas do estado do Paraná discutiu na última terça-feira (7), em Maringá, questões latentes ao segmento, bem como as novas soluções tecnológicas, que vem transformando o dia a dia dos profissionais que atuam em diferentes áreas do transporte.

Líderes sindicais, entidades de classe e empresários prestigiaram a palestra de Lauro Valdivia da NTC&Logística. Ele que é mestre em administração de empresas e assessor técnico da NTC, discorreu sobre o piso mínimo do frete, assunto que está bastante em evidência nos últimos meses devido a expectativa dos próximos passos a serem tomados sobre a pauta em Brasília.

“Trazemos para discussão assuntos latentes, bem como pautas que dão alternativas para o futuro do transporte, essa é a essência da rodada de encontros que a Federação vem realizando em todo o Paraná neste ano”, frisa o presidente em exercício da FETRANSPAR, Carlos Vieira.

O encontro em Maringá é alusivo aos 25 anos que a instituição completa em 2018 e conta a parceria e apoio da Autotrac, MAN Latin America e Tradevale. Ainda nesta semana outras atividades serão realizadas na região (confira abaixo). O próximo encontro com esse teor será realizado na Tríplice Fronteira, em Foz do Iguaçu nos próximos dias 30 e 31 de agosto.

SEST SENAT

Paralelamente ao Workshop, na terça-feira (7), também aconteceu o lançamento da Pedra Fundamental do Sest Senat Unidade Maringá, localizada na Estrada Pinguim, saída para Campo Mourão.

Itinerante

O Despoluir, Programa Ambiental do Transporte da FETRANSPAR, no dia 10 de agosto, das 8h30 às 15h, irá promover a Feira ‘Transporte Consciente Motorista Saudável’, no Pool de Combustível, no Contorno Sul - Prefeito Sincler Sambatti, 11.007, no Jardim Bertioga, em Maringá.

A atividade prática é voltada a saúde e a conscientização dos motoristas, que circulam pelas estradas da região. O motorista que passar pelo local terá acesso gratuito a orientação sobre saúde, corte de cabelo, entre outras atividades, além de aferições em veículos à diesel.

Parceria

A feira ainda contará com a parceria do Conselho Regional de Fonoaudiologia (CREFONO3), que abrange os estados do Paraná e Santa Catarina, representando mais de três mil fonoaudiólogos. Durante todo o dia, profissionais e estudantes de fonoaudiologia estarão orientando os motoristas sobre trauma de face.

“Nossa intenção é levar informações úteis a população sobre a importância de se ter um Fonoaudiólogo na equipe de tratamento, como se deve exigir ou buscar por esse profissional e quais os riscos que a pessoa com trauma fica expostas quando não há esse apoio”, explica o presidente do Crefono3, Francisco Pletsch.

De acordo com ele, um recente levantamento feito pela Polícia Rodoviária Federal, mostra que nos primeiros quatro meses de 2018 foram registrados 2.886 acidentes nas estradas federais pelo Paraná, com 2.740 pessoas feridas e 144 mortes. Sendo somente colisões frontais, tipo de acidente que mais resulta em trauma de face, 146 acidentes, com 279 pessoas feridas e 39 mortes.

O paciente que sofre um trauma desta natureza tem difícil e demorada recuperação. Além disso, uma série de cirurgias são necessárias e o acompanhamento por uma equipe multidisciplinar torna-se indispensável.

Mesmo com alta hospitalar, esse paciente vai precisar de acompanhamento especializado, entre eles a presença de um profissional fonoaudiólogo que tem a missão de buscar a reabilitação do paciente e ao mesmo tempo apresentar soluções preventivas para que doenças não surjam ou evoluam em virtude das lesões faciais.

Em muitos casos o paciente, inabilitado para muitas atividades não se dá conta de procurar um Fonoaudiólogo ou mesmo de exigir que um profissional possa acompanhá-lo durante o tratamento. “Por isso, familiares e amigos precisam ficar atentos a importância da presença do tratamento fonoaudiólogo e como buscar esse recurso”, destaca Fabiana Southier Romano Avelar, professora do curso de Fonoaudiologia da Unicesumar, que junto de alunos irá passar orientações aos participantes durante a feira.

Apoio

Além do Crefono3, houve também a participação de parceiros com corte de cabelo e barba  (Hortiz Fashion - Salão Escola), teste de embriagues (óculos simulador), SEMOB (Secretaria de Mobilidade Urbana), e também as aferições dos veículos.

Fonte: Ascom FETRANSPAR

 

 

 

Comente pelo Facebook

25 ANOS

Visite o hotsite em comemoração aos 25 Anos

saiba mais
DESPOLUIR

Programa Ambiental do
Transporte

saiba mais
SEST SENAT

Serviço Social do Transporte
Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte

saiba mais
JORNAL Set/2018
Proluv
Top