Conheça 9 pontos em que a FETRANSPAR vêm atuando pelo setor

Conheça 9 pontos em que a FETRANSPAR vêm atuando pelo setor

02 de agosto, 2017

Se atuar como empresário em um país próspero e cheio de oportunidades é algo desafiador para qualquer pessoa, imagine o que é empreender em meio a turbulência econômica, política e instabilidade do mercado. A FETRANSPAR tem acompanhado de perto essa ‘angustia’ vivida pelo setor de transporte de cargas  nos últimos tempos e tem se posicionado em diferentes temas polêmicos, com o intuito de garantir que medidas ou ações agravem ainda mais a sangria  daqueles que representam mais de 6% da economia do Paraná.

A tarefa não tem sido fácil, contudo, as atividades em diversas frentes, vêm ajudando o transportador a atravessar o momento, dando suporte para que, na retomada do crescimento do país, os negócios estejam preparados para novas oportunidades. Listamos aqui, nove pontos os quais a FETRANSPAR tem trabalhado com afinco. Acompanhe:

 

1 - Reformas

As pautas sobre as reformas Trabalhista, Tributária e Previdenciária se intensificaram ao longo do primeiro semestre. A FETRANSPAR se mantém  favorável  aprovação e a implantação das propostas em Brasília, por entender que essas são alternativas plausíveis para o retorno do crescimento do setor. Contudo, não se manteve passiva frente as propostas. Por meio da participação em audiências públicas e discussões com líderes responsáveis pelas propostas, muitas sugestões foram encaminhadas para que o setor tenha suas necessidades atendidas. Os temas continuam sendo acompanhados de perto pela direção da Federação.

2 - Roubo de Cargas

Recorrente em encontros de lideranças do setor,  o tema ‘roubo de cargas’ tem desprendido tempo e dedicação da Federação. Reuniões com órgãos responsáveis pela segurança pública estadual, polícias Militar e Rodoviárias bem como com líderes governamentais tem sido realizadas com frequência. Uma das exigências é que a delegacia de Roubos e Cargas, criada por meio de uma iniciativa da FETRANSPAR, tenha maior atenção do Governo, trazendo resultados efetivos e estatísticas confiáveis que se possa ajudar auxiliar a produção de um mapa deste  crime no Paraná. A defesa ainda é que se tenha um plano de segurança no qual o ‘receptador’ de carga  seja o alvo das operações desta natureza. Essas medidas permitem que o crime seja atacado em várias frentes.

3 - G7

O Paraná também tem o seu Grupo das sete instituições com maior representatividade no setor produtivo do Estado. O G7 é formado pela FIEP, FAEP, FECOOPAR, FECOMERCIO, FACIAP, SEBRAE  e FETRANSPAR. Participante ativa,  a Federação defende melhorias para o empresário paranaense em pautas que são comuns a todos os participantes. Além de fortalecer a voz das demandas, o G7 tem promovido constantes debates, seminários e audiências públicas nas diferentes regiões do Estado. 

4 – SEST SENAT

Despois de duas décadas o SEST SENAT agora vem para a direção da FETRANSPAR no Paraná. Além do atual presidente Sérgio Malucelli ter a missão de administrar o ‘Sistema S’ como um todo no Paraná,  a Federação vai realizar um trabalho de sensibilização para que empresários e profissionais do setor do transporte de cargas possam usufruir dos inúmeros benefícios que o sistema oferta. Uma das medidas é a ampliação da comunicação com o público e o investimento em reformas e construção de novas unidades em todo o Paraná.

5 – Relacionamento  

Uma das atribuições da Federação é promover encontros, reuniões e atividades com diferentes setores da sociedade no intuito de disseminar os importantes serviços prestados junto a sociedade e o impacto da economia proveniente de suas atividades. Semanalmente, em uma agenda praticamente diária esses encontros são realizados. É dessas definições que se tem, por exemplo, o alinhamento de discursos, montam-se novas agendas prioritárias e definem-se estratégias de desenvolvimento do setor.

6 – Estrutura Administrativa  

Prestes a iniciar as comemorações dos seus 25 anos, que serão completados em 2018, a FETRANSPAR reinaugurou recentemente sua sede administrativa em Curitiba. O local oferece agora uma estrutura adequada para realizar encontros, reuniões do setor e espaço para sindicatos associados a Federação. Além disso, a sede do SEST SENAT no Paraná, também fi ca na estrutura, o que facilita o atendimento a demandas do setor de transportes como um todo.

7 - Ações Jurídicas

A Federação tem buscado na justiça a defesa de diferentes demandas do setor de transportes de cargas. São ações tramitando em diferentes esferas questionando pautas distintas, como a incidência irregular de impostos ou mesmo a defesa sobre a circulação de veículos pesados em estradas durante feriados prolongados. A Federação continua atenta para que o direito do transportador de cargas se faça valer evitando que perdas possam atrasar o desenvolvimento do setor.

8 - Campanhas Educativas

O setor de transportes de cargas paranaense tem um estreito relacionamento com a sociedade como um todo. As vezes, diretamente, em outras indiretamente. Pensando em ampliar esse contato é que a FETRANSPAR tem se engajado em campanhas educativas e comandos de orientações em estradas em todo o Paraná. As parcerias têm ocorrido com concessionárias, órgãos de segurança e polícias rodoviárias . Nos próximos meses esse trabalho será intensifi cado em todas as regiões paranaenses.

9 - Projetos Ambientais

Conhecido no meio dos profi ssionais e empresários do setor de transportes de cargas, o projeto Despoluir vem ganhando novos contornos nos últimos meses. Convênio que deve ser fechado com o Governo do Estado vai permitir que a frota estadual, movida a diesel seja aferida. Na capital do Estado, Curitiba, uma parceria semelhante também permitirá que a frota de veículos tenha aferição do programa. Além disso, o Despoluir tem sido convidado a ser parceiro de ONGs internacionais de renome, tratados esses que permitirão a ampliação da gama de serviços oferecidos. Todo esse trabalho visa diminuir o impacto ambiental que naturalmente o setor causa no meio ambiente, sendo essa uma atitude responsável por parte de quem atua no setor. Está no radar a Federação, a ampliação de novas parcerias.

 

 

 

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Mar/2020
Top