SEST SENAT - Acompanhe o ritmo da vacinação contra Covid-19 dos trabalhadores do transporte no BR

SEST SENAT - Acompanhe o ritmo da vacinação contra Covid-19 dos trabalhadores do transporte no BR

21 de maio, 2021

Em algumas cidades brasileiras, os trabalhadores do setor de transporte já estão recebendo a vacina contra a covid-19. Atendendo a pedido da CNT (Confederação Nacional do Transporte), o governo federal incluiu, em janeiro, segmentos dos profissionais do transporte no grupo prioritário da campanha nacional de vacinação contra a covid-19.

Estão, no grupo prioritário, os caminhoneiros; portuários, incluindo trabalhadores da área administrativa; empregados das companhias aéreas nacionais (aeronautas e aeroviários); empregados de empresas metroferroviárias de passageiros e de cargas; empregados de empresas brasileiras de navegação; e motoristas e cobradores do transporte coletivo rodoviário de passageiros, incluídos os motoristas de longo curso.

Segundo dados do Ministério da Saúde, até a manhã de 19 de maio, foram aplicadas 30.975 doses do imunizante em trabalhadores do transporte coletivo rodoviário; caminhoneiros; portuários; trabalhadores do transporte aéreo, metroviário, ferroviário e aquaviário. Os estados que mais vacinaram esses profissionais são: São Paulo, Bahia e Mato Grosso do Sul.

Veja abaixo alguns locais que já estão vacinando esse segmento e como conseguir se imunizar:

Alagoas

Em Maceió, começou a vacinação de caminhoneiros; motoristas e cobradores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores dos transportes metroviário, ferroviário, aéreo, aquaviário e portuário. Além do documento com foto e CPF, as categorias precisam apresentar original e cópia de um documento que comprove o desempenho da função na cidade – pode ser contracheque ou declaração emitida pelo serviço que atua como trabalhador do transporte. A imunização acontece das 9h às 16h, nos oito pontos de vacinação distribuídos por Maceió.

Bahia

Em Salvador, rodoviários com idade igual ou superior a 18 anos podem ser vacinados. Para ter acesso à vacina, o trabalhador deve estar em pleno exercício das atividades e conferir se o nome está na lista disponibilizada no site. No ato da vacinação, deverá apresentar obrigatoriamente uma cópia impressa do último contracheque. A vacinação de rodoviários é feita das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira.

Maranhão

No dia 19 de maio, todas as cidades do estado vão começar a imunizar caminhoneiros e profissionais dos transportes rodoviário, ferroviário, aéreo, aquaviário e portuário. A vacinação dessas categorias está sendo escalonada por idade. Para isso, foi definido um calendário com grupos etários.

Mato Grosso

Em Cuiabá, os motoristas de transporte coletivo estão sendo imunizados na sede de seus respectivos trabalhos. A Secretaria de Saúde da capital está agendando horários com as empresas e realizando a vacinação no local de trabalho dos motoristas, conforme o cronograma da prefeitura.

Mato Grosso do Sul

Em Campo Grande, o cadastro de trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros com mais de 18 anos deve ser feito pela internet. São 34 pontos de vacinação distribuídos pelas sete regiões da cidade, com funcionamento a partir das 7h30, sendo que, nas unidades de saúde, as salas de vacinação começarão a aplicar as doses às 13h.

Rio de Janeiro

A vacinação de motoristas e cobradores de ônibus e condutores de transporte escolar que atuam na cidade do Rio de Janeiro foi suspensa no dia 7 de maio, após decisão do Supremo Tribunal Federal. Os profissionais que haviam tomado a primeira dose poderão procurar os postos de saúde para receberem a segunda dose na data indicada no cartão de vacina.

São Paulo

O governo do estado de São Paulo anunciou a inclusão de cerca de 175 mil trabalhadores do setor de transporte nos novos públicos da campanha da vacinação contra a covid-19. Já teve início a imunização dos trabalhadores do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), das áreas de segurança, manutenção e limpeza e dos agentes de estação na linha de frente com 47 anos ou mais; além de operadores de trem de todas as idades. Também podem receber a primeira dose os motoristas e cobradores de ônibus do transporte coletivo municipal e intermunicipal. Quem faz parte dos públicos-alvo da campanha pode realizar um pré-cadastro no site Vacina Já.

Fonte e Foto: SEST SENAT

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Ago/2021
Top