Ministério capacita gestores ambientais

Ministério capacita gestores ambientais

20 de julho, 2017

Ministério capacita gestores ambientais

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) promoveu entre segunda (17/07) e terça-feira (18/07) o Encontro Formativo do Programa Nacional de Formação e Capacitação de Gestores Ambientais (PNC). Realizado por meio do programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), o evento foi realizado em Natal (RN), em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Estado.

Voltado para gestores públicos, o curso inclui discussões sobre as Políticas Nacionais de Meio Ambiente, de Recursos Hídricos e de Saneamento Básico; gestão, planejamento e ordenamento ambientais; participação, mediação e controle social. São 16 horas presenciais e 80 horas na modalidade a distância.

O curso também orienta os gestores quanto à elaboração de projetos para captação de recursos e em relação às linhas e procedimentos em que o município pode requerer os recursos para a área ambiental.

A ideia é que, ao fim do percurso formativo, o gestor tenha ampliado sua percepção sobre as temáticas tratadas e esteja apto a atuar de forma planejada, contando com um elenco de parcerias anteriormente não visualizadas em prol da gestão ambiental de seu município.

De acordo com o analista ambiental Paulo Roberto Raiz, espera-se também que os gestores conheçam melhor e passem a aderir à A3P, programa voltado para a implantação da sustentabilidade na administração pública. “A intenção do departamento é ampliar a aplicação da agenda nas regiões Norte e Nordestes, áreas que concentrarão a realização dos encontros formativos”, explicou.

Programa

O Programa Nacional de Formação e Capacitação de Gestores Ambientais (PNC) tem o objetivo de desenvolver uma abordagem sistêmica e um conjunto de instrumentos de intervenção na realidade local, tendo a gestão ambiental como foco.

Com base em conteúdos elaborados e outros elementos pedagógicos disponíveis, pretende-se que esses agentes sintam-se seguros e apoiados para desenvolver a gestão ambiental em âmbito local, considerando a criação e o fortalecimento de instâncias como o órgão ambiental municipal, o conselho e os fundos municipais de meio ambiente.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente/Waleska Barbosa

Comente pelo Facebook

JORNAL Out/2019
Top