Manifestantes bloqueiam estradas, avenidas e refinaria da Petrobras

Manifestantes bloqueiam estradas, avenidas e refinaria da Petrobras

09 de janeiro, 2023

Manifestantes contrários à eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) promoveram bloqueios em rodovias federais, avenidas e tentaram também bloquear a entrada da Refinaria Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, na Região Metropolitana em Curitiba entre a noite de domingo (8) e a madrugada de hoje (9). Também houve registro de bloqueio na Marginal Tietê, em São Paulo, uma das principais vias da capital paulista. Os atos ocorrem um dia após a invasão do Congresso, Planalto e STF, em Brasília.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram identificados bloqueios no km 667 da BR-277 em Medianeira, no Paraná. No Mato Grosso, três trechos da BR-163 seguem com bloqueio total, segundo a corporação: no km 689 em Lucas do Rio Verde, km 1038 em Matupá e no km 1067 em Guarantã do Norte. Também foi registrado um bloqueio na BR-163 em Sinop.

O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou ofício à Polícia Rodoviária Federal (PRF) e à Superintendência da Polícia Federal em Mato Grosso (PF/MT) solicitando que, em caráter de urgência, realize todas as ações possíveis para desbloquear a rodovia BR-163 e outras vias federais que tenham sido obstruídas.

Em São Paulo, manifestantes colocaram fogo em pneus e bloquearam a pista na Ponte dos Remédios, na Marginal Tietê e prejudicaram o tráfego na rodovia Castello Branco. Segundo a CCR, concessionária que administra o trecho, o tráfico está congestionado entre os kms 18 e 13 na pista sentido São Paulo. A pista já está liberada.

No Paraná, a tropa de choque a Polícia Militar impediu a bloqueio da entrada da Refinaria Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, na Região Metropolitana em Curitiba. Manifestantes começaram a chegar ao local ainda na noite de domingo (8) e tentaram impedir a entrada e saída de caminhões do local.

Mais cedo, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) encaminhou um ofício para autoridades alertando para manifestações nas refinarias da Petrobras em todo o país. “Estes possíveis atos podem colocar em risco os ativos da Petrobras, a integridade física dos trabalhadores destas unidades assim como o entorno destes ativos e comprometer o fornecimento de combustíveis para a população”, alerta a FUP no documento.

Fonte e Foto: Gazeta do Povo

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Abr/2024
Top