JORNAL DO COMÉRCIO - Transposul estima R$ 150 milhões em negócios
  • 25-anos
  • despoluir
  • sest senat

JORNAL DO COMÉRCIO - Transposul estima R$ 150 milhões em negócios

25 de junho, 2018

Ao completar 20 anos, a Transposul - Feira e Congresso de Transporte e Logística será realizada no Fundaparque, em Bento Gonçalves, entre os dias 27 e 29 de junho. E o clima de otimismo cerca o evento, já que a projeção do presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística do Rio Grande do Sul (Setcergs) e da Federação das Empresas de Transporte de Cargas no Estado do Rio Grande do Sul (Fetransul), Afrânio Kieling, é de uma movimentação em torno de R$ 150 milhões em negócios. Na edição passada, ocorrida em Porto Alegre, o volume de transações fechadas no encontro foi de, aproximadamente, R$ 130 milhões.

O evento deste ano contará com 65 expositores de diversas empresas que compõem a cadeia logística, como montadoras, fornecedores de equipamentos rodoviários, autopeças, pneus, softwares, combustíveis, bancos, financeiras, seguradoras etc. Além dos acordos comerciais, paralelamente à feira, é realizado um congresso em que palestrantes ligados a áreas como a econômica e a política discutem os principais temas do setor logístico. Esses assuntos crescem em importância às vésperas de eleições, e a Transposul se apresenta como um ambiente adequado para os seus debates, assim como um termômetro para observar como se comportará o mercado.

O secretário estadual dos Transportes, Humberto Canuso, destaca que um ano eleitoral gera, no mínimo, um pouco de insegurança para os investidores. "Mas, pensando em médio e longo prazos, tanto o Brasil como o mundo estão avançando", ressalta o dirigente. O secretário reforça a importância da Transposul para o segmento logístico e frisa que, no caso do Estado, o próprio porto do Rio Grande e as demandas que proporciona quanto a transportes obriga os agentes locais a se aprimorarem tecnologicamente. Canuso argumenta, ainda, que, mesmo com investimentos em ferrovias e hidrovias, os caminhões sempre serão fundamentais para a movimentação de cargas, possibilitando o desenvolvimento da intermobilidade. "Se conseguirmos avançar nessa questão, alcançaremos a eficiência logística, cada modal complementando o outro", enfatiza o secretário.

A primeira palestra do congresso da Transposul ocorre às 17h da próxima quarta-feira, com Paulo Vicente Caleffi, que atua no transporte rodoviário de cargas há 50 anos. É economista e advogado, com pós-graduação em Inovação e Competitividade pela Universidade de Miami e presidiu o Sindibento e a Fetransul. Caleffi vai falar sobre posicionamento estratégico, pensando nas políticas nacional e de transporte. Neste dia, ainda ocorre a palestra sobre inovação e empreendedorismo com a apresentadora do programa Mundo S/A e comentarista dos programas Conta Corrente e Estúdio I na Globo News, Maria Prata, às 18h.

Durante o congresso da Transposul, também serão conhecidas as empresas que se destacaram na adoção de medidas sustentáveis em relação à emissão de poluentes, conhecida como fumaça preta. O Prêmio Gaúcho Despoluir integra a programação do evento e ocorre nesta quinta-feira, às 18h30min. A premiação é uma iniciativa da Confederação Nacional do Transporte (CNT), do Serviço Social do Transporte (Sest) e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat). Outra novidade da Transposul deste ano será a realização do feirão de caminhões seminovos e usados. A iniciativa será feita em parceria com a Federação dos Caminhoneiros Autônomos do Rio Grande do Sul (Fecam-RS).

Fonte e Foto: Jornal do Comércio

 

 

Comente pelo Facebook

25 ANOS

Visite o hotsite em comemoração aos 25 Anos

saiba mais
DESPOLUIR

Programa Ambiental do
Transporte

saiba mais
SEST SENAT

Serviço Social do Transporte
Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte

saiba mais
JORNAL Dez/2018
Proluv
Top