INFRAESTRUTURA - Ministério divulga balanço de obras e investimentos realizados em 2018

INFRAESTRUTURA - Ministério divulga balanço de obras e investimentos realizados em 2018

01 de abril, 2019

O Ministério da Infraestrutura divulgou o Caderno Transportes 2018. O relatório apresenta um balanço das ações e investimentos realizados pela Pasta e órgãos públicos vinculados ao ministério durante o ano de 2018. A publicação contempla as ações e empreendimentos de todos os setores de transporte (rodoviário, ferroviário, hidroviário, aéreo e portuário), além dos investimentos do Fundo da Marinha Mercante e referentes às concessões.

O resultado do último ano mostra que a movimentação de cargas e passageiros cresceu em todos os modais. As ferrovias, por exemplo, apresentaram crescimento de 5,8%; o setor aéreo teve alta de 13% e o portuário 2,72% na área de cargas.

Em relação às concessões, o Governo Federal realizou o primeiro leilão rodoviário: a Rodovia de Integração do Sul (RIS), que teve um deságio de 40% em relação à tarifa-teto. Além disso, publicou os editais de 23 empreendimentos a serem concedidos à iniciativa privada, com leilões realizados no primeiro semestre de 2019, incluindo 12 aeroportos, 10 terminais portuários e a Ferrovia Norte-Sul.

Ao todo, são 49 projetos qualificados no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), totalizando um investimento de cerca de R$ 121,50 bilhões, além da outorga de mais de R$ R$ 8,03 bilhões a ser arrecadada pelo Poder Público.

A respeito dos investimentos públicos, a estratégia foi de racionalizar os recursos, priorizando a manutenção da infraestrutura, a conclusão de obras com elevado grau de execução e a retomada de obras estratégicas nos corredores de exportação.

Com os recursos orçamentários disponibilizados em 2018, o ministério concluiu 620 quilômetros de rodovias e também realizou a dragagem dos portos de Maceió (AL), Fortaleza (CE) e Paranaguá (PR), além dos rios Madeira e Paraguai. No setor aéreo, foram concluídas as obras dos aeroportos de Vitória (ES) e Rio Branco (AC).

Fonte: Ministério da Infraestrutura

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Ago/2019
Top