GP - Indústria de automóveis do PR tem produção normalizada após momento crítico da pandemia

GP - Indústria de automóveis do PR tem produção normalizada após momento crítico da pandemia

07 de maio, 2021

Pouco mais de um mês após anunciarem suspensão da produção por semanas, por conta do agravamento da pandemia, as indústrias de automóveis com planta no Paraná já estão com a produção normalizada. A decisão pela parada se deu em um contexto em que o estado, a exemplo de boa parte do país, atravessava o pior momento da crise sanitária, com hospitais colapsados e decretos de restrição de atividades.

Nem mesmo uma expectativa de falta prolongada de matéria-prima afetou, até aqui, esse retorno.

De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) em abril, a indústria automobilística nacional poderia sofrer com a falta de componentes eletrônicos. É que a alta no consumo de notebooks e tablets no país, efeito colateral da pandemia, levou à escassez de chips, que também são usados na fabricação dos carros. Presidente da entidade, Luiz Carlos Moraes chegou a indicar que o gargalo poderia causar nova interrupção na produção de veículos no país.

Em nota, a Volvo, com linha de produção em Curitiba, diz que “não parou totalmente a produção”. A montadora admite que chegou a sofrer com a escassez de insumos, mas diz que a situação se normalizou rapidamente. “Houve sim, uma redução na fabricação de caminhões nos últimos dias de março, afetando alguns modelos, por conta da falta de componentes e contribuição para o controle de um momento agudo da pandemia em Curitiba. Mas, logo no início de abril, a produção foi plenamente reestabelecida e segue a pleno vapor”, diz em nota.

A Renault aponta que tem calculado a disponibilidade de peças dia após dia, mas indica que a produção está normal e até o momento não precisou parar por esse motivo. A montadora, com planta em São José dos Pinhais, prevê crescimento de 15% em relação a 2020, um número semelhante ao da Anfavea para o setor.

Terceira das gigantes no estado, a Volkswagen, que também paralisou as linhas no fim de março, indica que a produção na planta de São José dos Pinhais, uma das quatro no país, continua operando normalmente com os dois turnos. A empresa não comentou sobre o estoque de matéria-prima.

Fonte: Gazeta do Povo Foto: Divulgação Volvo

 

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Abr/2022
Top