GP - Caminhoneiros iniciam greve nesta segunda (21)

GP - Caminhoneiros iniciam greve nesta segunda (21)

21 de maio, 2018

Caminhoneiros de vários estados do país devem fazer a partir desta segunda-feira (21) uma greve pedindo a redução do preço do óleo diesel. Ainda não se sabe como deve ser a adesão da categoria e se haverá o fechamento de rodovias – decisões judiciais impedem o bloqueio de estradas em algumas regiões e entidades que representam os caminhoneiros pedem que os protestos sejam pacíficos.

A organização da greve ganhou força nas últimas semanas em reação aos reajustes do óleo diesel feitos pela Petrobras por causa da alta no preço internacional do petróleo. A empresa reajustou o combustível, na saída das refinarias, em quase 50 centavos desde o início de abril. A política de preços da companhia é a de acompanhar os valores praticados no mercado internacional para evitar o acúmulo de prejuízos em momentos de elevação na cotação do petróleo.

Entidades como a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) e Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) estão orientando a greve após contato feito com o governo federal para tentar conversar sobre o preço do diesel. O presidente da Abcam, José da Fonseca Lopes, divulgou um comunicado neste domingo (20) pedindo que as manifestações sejam pacíficas, sem o fechamento de rodovias.

“Mais uma vez apelo ao bom senso de todos para que permaneçam em suas casas ou, no caso daqueles que estejam em trânsito, fiquem em postos de combustíveis, em segurança, e sem fechar rodovias ou participar de movimentos violentos”, escreveu.

Também houve decisões judiciais preventivas contra o fechamento de estradas em algumas regiões. A Justiça Federal no Paraná concedeu, no sábado (19), uma liminar que proíbe bloqueios em rodovias federais no estado, sob pena de multa de R$ 100 mil por hora de interdição. A decisão é uma resposta a uma ação de interdito proibitório movida pela Advocacia Geral da União (AGU), que foi acionada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Paraná.

A concessionária de pedágio CCR NovaDutra obteve na Justiça uma liminar vetando o fechamento da Via Dutra, rodovia que liga São Paulo ao Rio. A penalidade é de R$ 300 mil pelo descumprimento da decisão.
As manifestações de caminhoneiros vinham ocorrendo de maneira fragmentada desde o início do mês. Houve fechamento de rodovias em Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal. Neste sábado (19), uma rodovia foi fechada na ligação entre as cidades fluminenses de Barra Mansa e Volta Redonda.

Governo

O governo federal a princípio se posicionou contra qualquer revisão na política de preços da Petrobras ou nos tributos que incidem sobre os combustíveis. No ano passado, foi elevado o PIS/Cofins da gasolina e do diesel para aumentar arrecadação federal e evitar o descumprimento da meta fiscal da União.

Fonte: Gazeta do Povo Foto: Roberto Custodio/Jornal de Londrina

Comente pelo Facebook

JORNAL Ago/2019
Top