CBN - Pedágio arrecadou quase R$ 10 bilhões por obras não realizadas

CBN - Pedágio arrecadou quase R$ 10 bilhões por obras não realizadas

30 de abril, 2021

Um relatório da Agência Reguladora do Paraná (Agepar) revela que as concessionárias de pedágio do Paraná receberam quase R$ 10 bilhões por obras de duplicação, que nunca foram realizadas.

Os dados foram apresentados ao deputado Requião Filho (MDB), em resposta a um pedido de informações protocolado no ano passado.

No relatório a Agepar aponta quanto cada concessionária recebeu de 1998 a 2020 através de uma taxa embutida nas tarifas do pedágio, por obras de duplicação que nunca aconteceram.

É a Taxa Interna de Retorno (TIR), que se refere ao que os engenheiros chamam de “degrau de pista dupla”, um termo técnico relacionado ao nivelamento de alguns trechos que deveriam ter sido duplicados pelas concessionárias Econorte, Viapar, Ecocataratas, Caminhos do Paraná, Rodonorte e Ecovia.

Os cálculos foram feitos pelo DER, a pedido da Agepar, em 2020. Segundo o documento, o valor total cobrado a mais corresponde a 22,54% do total que foi arrecadado pelas concessionárias ao longo dos anos, que somou R$ 44 bilhões, em valores corrigidos até dezembro do ano passado.

No fim do ano passado, a Agência Reguladora chegou a pedir a suspensão de reajustes até o fim dos contratos, mas recentemente foi contestada na justiça com ganho de liminar em favor das concessionárias.

Saiba quanto cada concessionária recebeu a mais:

Econorte: R$ 744.962.295,11

Viapar: R$ 202.727.042,51

Ecocataratas: R$ 1.443.686.971,80

Caminhos do Paraná: R$ 1.121.463.247,65

Rodonorte: R$ 6.404.614.997,04

Ecovia: R$ 12.911.914,63

Fonte: CBN Fonte: Divulgação

Comente pelo Facebook

JORNAL Abr/2021
Top