BAND NEWS - EstaR Eletrônico começa a valer em março; talões valem até abril

BAND NEWS - EstaR Eletrônico começa a valer em março; talões valem até abril

12 de fevereiro, 2020

O EstaR Eletrônico começa a funcionar em Curitiba a partir do dia 16 de março. De acordo com a prefeitura, a cidade já começou a receber a nova sinalização. O trabalho deve ser concluído até o dia 11 de maio.

Por isso, até lá, os cartões usados atualmente continuarão valendo normalmente. O EstaR Eletrônico terá uma plataforma própria, mantida pela Urbs, e a compra de créditos poderá ser feita em pontos físicos ou por meio de aplicativos.

Até agora, três aplicativos já foram homologados pela prefeitura: Zul Digital, Faz Curitiba Digital e Transitabile.

O motorista poderá armazenar os créditos digitais e receber descontos em compras maiores.  Cada app terá sua própria política de promoções. Nos pontos em que não há comércios que disponibilizem a venda dos créditos, a prefeitura diz que irá instalar totens de autoatendimento.

Com a implantação do EstaR Eletrônico, o valor cobrado pela hora cheia de estacionamento passa de R$ 2 para R$ 3. Em contrapartida, agora haverá fracionamento do tempo. Hoje, só é possível comprar o cartão para uma ou duas horas. Com o novo sistema, o crédito será fracionado e custará R$ 0,75 a cada 15 minutos, ou R$ 3 quando completa uma hora.

Conforme a Urbs, para usar o Estar Eletrônico, o motorista precisa comprar o crédito e indicar o local, horário e placa do veículo estacionado. A própria plataforma avisará o motorista quando o tempo estiver prestes a acabar. Assim, o motorista poderá renovar o EstaR até alcançar o limite de duas horas de permanência. O motorista poderá fazer as indicações por meio da plataforma digital, pontos físicos ou totens de autoatendimento.

Estacionar em local irregular é uma infração grave, com multa prevista de R$ 195,23 e cinco pontos na CNH (Carteira Nacioanl de Habilitação). Hoje, quem estaciona irregularmente é notificado e tem até cinco dias úteis para comparecer à Setran e comprar um bloco de cartões. Com o Estar Eletrônico, o motorista terá o mesmo prazo para regularizar a situação, mediante pagamento de R$ 30.

Atualmente, Curitiba tem cerca de 12 mil vagas em que o uso do EstaR é obrigatório. A prefeitura pretende transformar outras 3 mil vagas “normais” em vagas de EstaR – totalizando 15 mil vagas deste tipo em Curitiba.

Fonte: Band News Imagem: Prefeitura de Curitiba

 

Comente pelo Facebook

JORNAL Jun/2020
Top